26 de ago de 2008

é neu!

Na Érika Palomino.

é neu!

No Lúcio e no Thiago.

foi bom






convite do gui (e meu)

amigos,

desde a primeira festa da peligro no milo garage, em janeiro de 2005,
a gente diz que toda noite pode ser a última. chegou a hora de virar a
página. nessa quinta, 28 de agosto, dago e eu gostaríamos de
convidá-los para celebrar conosco o fim de uma era e o começo de uma
nova fase. temos muito orgulho de tudo o que fizemos lá e vocês foram
parte essencial dessa jornada. para os que curtem as estatísticas,
foram 178 edições que abrigaram 145 bandas de 12 estados brasileiros e
5 países diferentes. esperamos ter deixado uma boa impressão. peço
para que passem adiante essa mensagem para aqueles que caminham
conosco e vamos encher a garagem pela última vez. a próxima etapa já
anda a passos largos e dentro de dois meses abriremos nossa própria
casa, ao lado de dois parceiros de longa data: guab, que no próximo
sábado faz sua última mixtape no milo garage, e meu irmão felipe, que
já deixou o cargo de gerente da casa. para os abstinentes, nossa festa
no berlin, a brasa, continua todas as sextas indefinidamente. até lá!

abraços, gui.

--

28/08 Stan Molina & O Departamento Celeste tocando Pavement [São
Paulo; indie-rock/lo-fi]
www.myspace.com/departamentoceleste
DJ: Dago Donato
www.last.fm/event/709494

25 de ago de 2008

finito

Essa quinta tem a última Peligro no Milo. Última mesmo. Pra sempre. Compareça porque vai ser histórico.

Depois, é neu!

20 de ago de 2008

importante

Amanhã parto pra Fortaleza, pra acompanhar a Feira da Música. No sábado também participo de um debate lá. Antecipando, o jornal O Povo fez uma entrevista comigo, que hoje foi capa do caderno Vida & Arte. Tá aqui.

14 de ago de 2008

dois discos pra ouvir agora


1. Dank U - Stanley Brinks
Esse disco me lembrou muito das coisas de calipso roots que chapei quando ouvi na Costa Rica. Não o lance que se conhece por calipso por aqui, mas o gênero que deu origem ao ska e ao reggae, em sua versão mais pré-histórica, levada somente no violão. Brinks incorpora a levada, o estilo das letras - histórias circulares, quase sempre descritivas - e a instrumentação - metais, marimbas - ao anti-folk que praticava em sua antiga banda. É, o cara fazia parte do Herman Düne, onde era conhecido como André Herman Düne. Em meio a um fascínio estrangeiro pelos ritmos caribenhos, o disco muitas vezes chega a lembrar o Transa, do Caetano Veloso.


2. Entanglements - Parenthetical Girls
Terceiro álbum cheio da banda de Washington. Parece que o lance deles antes era misturar um pop mais twee com elementos experimentais. Só que agora eles embarcaram fundo numa trip na tradição do pop orquestrado americano, sem perder a pegada experimental. Tipo um encontro de Burt Bacharach e Tortoise. De cair o queixo.

acredite

Indie visionaires, lista da Billboard. Inclui Tom Windish, Last Gang, Matt & Kim e... Pennywise.

13 de ago de 2008

se prepara

Essa quinta tem show do Retrigger no Milo. Faz assim: baixa as músicas aqui e vê se você não vai ter vontade de ir.

volta ao mundo

No fim do ano passado, o Guillaume, aka DJ Khiasma, colou no Brasil e deu uma palhinha numa noite memorável no Milo - o show foi do Constantina, mesma banda que deixou todo mundo boquiaberto no Guifest. O set dele é "terceiro mundo festivo" extremo e, quem tava lá, pirou. Agora ele disponibilizou um mix fudido, repleto de cumbia, dancehall, funk carioca, kuduro e outros fragmentos de música dançante espalhados pelo globo. Visita o blog dele e baixa.

12 de ago de 2008

calango

Assim, rapidamente: calor dos infernos; show perfeito do El Mato a Un Policia Motorizado; Elma, como sempre, brutal; muitos shows bons: Curumin, Fossil, Supercordas, Mamelo, Papier Tigre, Garage Fuzz, MQN, Pata de Elefante, Cérebro Eletrônico, Do Amor, Dead Lover's Twisted Heart, AMP, Contra Fluxo; um lance impressionante é que o público só vai no festival pra ver as bandas da casa - o Hurtmold fez um showzão depois do Macaco Bong e só jornalistas e o pessoal de banda assistiram; Macaco Bong e Vanguart idolatrados; artista bizarro: Lopes, uma mistura de Motorhead com Massacration; momento lazer: piscininha com Nobre, Contra Fluxo, Do Amor, Elma e Frizo.

5 de ago de 2008

no milo



por Cia de Foto
www.ciadefoto.com.br

07/08 Elma [São Paulo; metal/experimental]
www.myspace.com/hellma
DJ: Fabs Grassi e Claudio Szynkier
www.last.fm/event/710459

14/08 Retrigger [Belo Horizonte; breakcore/eletrônica]
www.myspace.com/retrigger
DJ: Dago Donato
www.last.fm/event/707862

21/08 Sabonetes [Curitiba; indie-rock/pós-punk]
www.myspace.com/sabonetes
DJ: Dago Donato
www.last.fm/event/707863

28/08 Stan Molina & O Departamento Celeste tocando Pavement [São Paulo; indie-rock/lo-fi]
www.myspace.com
DJ: Dago Donato
www.last.fm/event/709494

Entrada R$ 10

Milo Garage
Rua Minas Gerais, 203
Metrô Consolação

vazando

Amanhã parto pra Cuiabá pra acompanhar o festival Calango. Na quinta participo de um debate e na sexta começa a maratona. Pra quem, como eu, costuma reclamar das escalações dos festivais independentes, essa programação deste ano tá bem recheada de coisas legais. Os caras souberam ouvir um monte de gente - inclusive eu - e fugir um pouco das figurinhas fáceis do circuito dos festivais. Resumindo, o festival vai juntar Elma, Fossil, Curumin, Contra Fluxo, Dead Lover's Twisted Heart, Do Amor, Walverdes, Cérebro Eletrônico, Macaco Bong, Hurtmold, Sweet Fanny Adams, Mamelo Soundsystem, Diego de Moraes, MQN, Garage Fuzz, Pata de Elefante e Jumbo Elektro. Nunca vi tanta banda brasileira boa junta em um evento. De quebra, tem banda argentina fodona (El Mato a Un Policia Motorizado) e franceses que podem surpreender (Papier Tigre).

esqueci de falar

Que reempolguei com a vinda do Animal Collective depois de ver isso:

baixa baixa baixa

1. Vai até a página do Momo na TramaVirtual e baixa Buscador, o novo disco dele. Pop romântico lo-fi e rebuscado, fácil um dos melhores lançamentos nacionais do ano.

2. Voltei a ouvir insistentemente Alegranza, disco do El Guincho. Aí que o selo de CD-Rs Discos Compulsivos / LUV LUV liberou um trampo inédito do cara (via Gorilla vs Bear). Apesar do nome, Folias, o lance aqui é menos folião que o Alegranza. A onda é mais Panda Bear e em muitos momentos lembra um Babe, Terror um pouco mais caliente.

3. Quando passou pelo Brasil, Lisa Li-Lund gravou "Nina", musiquinha bonitinha, no quadro 12 Horas no Estúdio, do programa TramaVirtual. Tá aqui.

4 de ago de 2008

um minuto de silêncio

Quem tava esperto no começo da década deixou-se influenciar pelas maravilhas que o Lucianetti dividiu com o mundo. Do então nascente hip hop underground a discografias completas de kraut rock, passando por pérolas esquecidas da música brasileira e música de vanguarda de todas as épocas, seu famoso http://www.esss.com.br/~lucianetti garantiu diversão e informação a rodo pra quem tava começando a se aventurar no mundo dos downloads de álbuns inteiros. Daí acontece uma porra dessas. Dizer o que?