30 de jun de 2009

high llamas

Tá, nessa altura do campeonato você já sabe que o Bitte Orca, disco novo do Dirty Projectors é fodão - isso me lembra que nunca falei sobre o último dia do SXSW, quando vi o impressionante show deles. E, se ainda não viu o clipe pra "Stillness is the Move", o som mais pop que eles já produziram, tá aqui:



Aproveita e lê essa matéria sobre eles que saiu há algumas semanas no NY Times. Um lance legal que ela revela é o método de composição das letras: frases intrigantes de "Asas do Desejo", do Win Wenders, e clichês de canções pop anotados em planilhas de Excel. Pois é, não tava de brincadeira quando perguntei se "Sitllness is the Move" seria top 40 caso gravada pela Rihanna.

29 de jun de 2009

itíuuuuuuuu

Em 1999, o Sigur Rós lançou na Islândia seu segundo disco, Agaetis Byrjun. No ano seguinte, o disco saiu no Reino Unido e a banda virou o que virou. Celebrando os dez anos da chegada do disco às lojas - lembra que se dizia isso? -, o Sigur Rós liberou um vídeo da música "nýja lagi", gravado no show de lançamento do álbum na Icelandic Opera House, em Reykjavic. O interessante é que essa música não está no disco, nunca ganhou versão de estúdio e só foi lançada nesta versão gravada ao vivo, exatamente neste show, no EP Svefn-G-Englar. Então tá aí o vídeo desse momento:

nýja lagið from sigur-ros.co.uk on Vimeo.


Bom, aproveitando o momento, vale deixar aqui os videoclipes fodões feitos para as músicas desse disco. Lembro que eles chegaram na Trama, que lançou o o disco no Brasil, no meu primeiro ano por lá. O Kid e o Du me chamam surtando "cara, você tem que ver esses vídeos! Mas senta antes". Bom, se você nunca viu, é bom sentar também.

Sigur Rós - Svefn-G-Englar from sigur-ros.co.uk on Vimeo.


Sigur Rós - Viðrar vel til loftárása from sigur-ros.co.uk on Vimeo.

25 de jun de 2009

23 de jun de 2009

vampiragem

Integrantes do Vampire Weekend têm feito minha alegria nas últimas semanas. Um deles, o tecladista Rostam Batmanglij, se a aliou a Wes Miles, do Ra Ra Riot, pra montar o Discovery, projeto que lança seu primeiro álbum em julho. O disco, que já vazou, é delicioso. Soa como a indietrônica do Postal Service em flerte descarado com o r'n'b mainstream, com ecos tanto do indie afro-reggae do Vampire Weekend quanto do indie pop mais direto do Ra Ra Riot. Tudo com o efeito "baianaizer" ligado no talo, com timbres em algum lugar entre o nojento e o genial. Ainda tem versão pra "I Want You Back", do Jackson 5, e participação da Angel Deradoorian, do Dirty Projectors. Dá pra ouvir parte do disco aqui, ou dar uma fuçada por aí e achá-lo inteiro pra baixar. Aqui embaixo, "Carby", minha música favorita do disco. E também a mais baiana.



O outro, é o vocalista Ezra Koenig, que contribui nos vocais de "Warm Heart of Africa", primeira faixa a pintar por aí (vi no Discobelle, mas dá pra ouvir no Myspace deles também) do primeiro disco do The Very Best, que só deve ser lançado em setembro. A julgar por essa amostra - e pela inacreditável mixtape do finzinho do ano passado -, o que vem por aí é de lascar. The Very Best, pra quem não tá ligado, é a unição da dupla franco-sueca-radicada-na-inglaterra Radioclit com o cantor malawiano Esau Mwamwaya. Sobre a faixa só digo duas coisas: 1. quando botei pra tocar na Trama, o Pedro, aqui do lado, subiu na cadeira e começou a dançar. 2. baixa que é foda

16 de jun de 2009

perguntar não ofende


- tem coisa mais constrangedora que o Edgard cantando clássicos do rock no programa dele?

- por que o pessoal a-ma o Diplo, fica molhadinho com o Major Lazer, e nunca ouviu dancehall na vida - se pá até torce o nariz se o DJ tocar?

- se "Stillness is The Move", do Dirty Projectors, fosse gravada pela Rihanna ela seria Top 40 da Billboard? E se ela gravasse "My Girls", do Animal Collective?

- aliás, dúvida cruel: Merryweather Post Pavillion ou Bitte Orca?

- alguém viu algum nome realmente novo no especial sobre novos nomes da música brasileira da Trip?

- como o Dinosaur Jr ainda consegue soar tão foda?

- quantas vezes o Passion Pit ouviu Max Tundra enquanto fazia o Manners?

- o auditório do Ibirapuera comporta um show do Beirut?

- alguém, tirando a Folha, ainda se importa com lançamentos de Titãs e Placebo?

- alguém aí quer me dar a caixa de Warp de presente?

15 de jun de 2009

the shit



Em março, quando tava em Austin, ouvi uma música dentro de uma loja e ela não saiu mais da minha cabeça. Quando voltei, descobri, fui procurar nos blogs de Baltimore Club e descobri que se tratava de "I'm The Ish", do DJ Class, lançada no ano passado, mas que começava a ganhar projeção nacional. Vale lembrar que, com 20 anos de história, o gênero nunca teve um hit de grande porte nos EUA. "I'm The Ish" quebrou a barreira, entrando no Top 40 da Billboard e ganhando remixes de Kanye West e Lil Jon. DJ Class, com mais de 10 anos atuando na cena, virou orgulho de Baltimore e prepara o lançamento do disco Alameda & ColdSpring ainda para este anos. No Brasil, a modernidade ainda tá mais preocupada com o que rola no mundo do Justice, então a faixa ainda não pegou. Tô fazendo minha parte, tocando toda sexta no Neu. Agora, divido duas versões com vocês.

:: "I'm The Ish" - DJ Class
:: "I'm The Ish (remix)" - DJ Class feat Kanye West

boa tarde


"Summertime Clothes" - Animal Collective

9 de jun de 2009

FAQ mini set - live @ neu - 05/06/09



Um mini set que gravei na última sexta no Neu. Não repara nas rameladas. Tava só testando o esquema, mas até que não ficou zoado.

- Juke Dat Girl - DJ Gant-Man
- Pela'o (Crookers remix) - Isa GT
- Your Love (Mex-More remix) - Outfield / Toy Selectah
- Mad Again (Boy 8-Bit remix) - South Rakkas Crew
- Same Ole - X Rabit + DMG$
- Freak - LFO
- Toads Theme - Toadally Krossed Out
- Dance - ESG

:: FAQ mini set - live @ neu - 05/06/09 (14'11") - baixa (ou escuta) aqui

as novas dos meninos

Enquanto as músicas novas do Holger empolgam, a preguiça do jornalismo musical brasileiro, se é que isso existe, dá tristeza. Vi gente elogiando o show "com pitadas de folk" e as faixas que lembram Pavement. Digamos que o mais perto que chegaram disso na Popload Gig é no release datado no Myspace da banda e nas camisas de flanela que usavam no palco. No mais - isso é demais -, duas músicas novas tão no Youtube. E dá pra ver que a direção que a banda tá tomando vai render frutos bem mais interessantes que o primeiro EP.

"Set The Vibes", a música que abriu o show (o terceiro vídeo abaixo, em um ensaio), eles já tinham apresentado no SXSW, no Studio SP e na festa da Adidas. É tipo um Dexy's Midnight Runners encontra Arcade Fire, permeada com guitarrinhas afro beat.

A outra, que ao que parece se chama "Toothless Turtle", recém composta, soa como se o Broken Social Scene entrasse numa onda disco. É o primeiro vídeo abaixo.

A última, que fechou o show, ainda sem nome, já tinha sido tocada na festa da Adidas. Lembra Modest Mouse e na letra do refrão homenageia Neil Young. Tá no segundo vídeo.


vídeo do dominodromo

2 de jun de 2009

born 2 b fly

Depois do Rappers Delight Club, se liga nas Fly Girlz. Da' Brats From Da' Ville, primeiro disco delas - meninas de entre 12 e 14 anos - saiu há pouco pela True Panther Sounds, mesmo selo de bandas como Lemonade e Girls. A Fader botou um videozinho delas no ar. Classe.