1 de out de 2009

pop montreal - dia 1

Tava pensando em escrever mais e tal, mas meu quarto virou base de banho do Holger e nesse momento tá todo mundo aqui. A casa onde eles tão só tem banheira. haha. Bom, o festival começou ontem. Anteontem à noite dei um rolê monstro pra ver o Ghislain Poirier e o Ghostbeard - chefão da Ninja Tune da América do Norte - discotecando numa espécie de house party na sede da cervejaria St-Ambroise. A ideia deles é fazer uma festinha intimista, tocando sem obrigação de fazer o pessoal dançar. Mas ainda assim tinha gente dançando. Tava chovendo e um puta frio, mas valeu a pena. O Poirier eu já tinha visto e sou fã. Ghostbeard comandou, fazendo beatmatching de raggae e dancehall.

Ainda com a fumaça - medicinal, diga-se - da noite anterior na cabeça, acordei com a ligação dos Holger dizendo que tavam na área. O dia foi intenso, correria fudida. Passou voando e, quando percebi, estava na passagem de som no Club Lambi, onde eles abririam pro Ninjasonik e Matt & Kim.

Em primeiro lugar, os caras se deram muito bem ao serem escalados pra essa noite. A única concorrência forte era o Jay Reatard. Ou seja, casa sold out, público animado e tudo mais. E, logo na primeira música, o Holger fisgou a molecada pra deles. A partir daí foi só lucro. Apesar do cansaço por causa da viagem, eles conseguiram mostrar o show habitual, com aquele sutil equilíbrio entre a eficiência e o caos, ora pendendo pra um lado, ora pra outro. Foi o suficiente pra arrancar gritinhos, coro da plateia, assédio após o show e muitos, muitos elogios, como o de Josh Jackson, editor da Paste, no Twitter: "A banda brasileira Holger é um pouco Vampire Weekend, um pouco Passion Pit e muita diversão".

Ninjasonik é sempre aquela festa, bases zoadas, raps zoados, mas tudo muito divertido. Ninjasonik é tipo a piada interna que deu certo, rimando sobre bases de bandas amigas e brincando com Michael Jackson ou fazendo todo mundo repetir infinitamente o mantra "They call us ninjafuckingsonik we are fuckingsonikninja". No fim das contas, todo mundo se diverte.

Finalizando, Matt & Kim fizeram mais um show daqueles. Começaram saudando o Holger ("great band from South America") e Ninjasonik, e demoliram o lugar. O chão da pista tremia, juro. O foda do show deles é a parada da troca. Eles funcionam com a empolgação e retribuem com um show incrível. "Imagina se rolasse uma doença que se disseminasse pelo suor", disse o Matt uma hora, ao ver o estado do público. Ficou claro pra mim como o público brasileiro é bunda mole. Essa foi a quarta vez que os vi ao vivo. E o show do Brasil foi o único show mais ou menos. Show mais ou menos pra uma plateia mais ou menos. Faz sentido.

4 comentários:

dan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dan disse...

vai rolar videozinho maroto dessa trip?

優質行動網 disse...

I am from Taiwan! Si vous voulez visiter Taiwan, bienvenue sur mon site et des visites Zhijiao, je vais proposer divers types de visites guidées et visites guidées ...

I am from Taiwan! If you want to visit Taiwan, welcome to my site visits and Zhijiao, I will provide various guided tours and guided tours .

Ich komme aus Taiwan! Wenn Sie nach Taiwan besuchen möchten, herzlich willkommen auf meiner Besuche vor Ort und Zhijiao, werde ich verschiedene geführte Touren bieten und Führungen ...

高雄旅遊
墾丁旅遊
阿里山旅遊
日月潭旅遊
清境旅遊
包車旅遊
高雄一日遊
墾丁一日遊
台南一日遊
租車旅遊

Renan disse...

Queria nascer de novo... Se eu conseguir vc não quer ser meu consultor de estilo de vida Dago?????
kkkkkk