9 de out de 2008

pop montreal - dia 2

O dia começou com um debate massa sobre "estratégias de sobrevivência no meio independente". Na mesa, estavam, entre outros, o Nobre, o Elliot da Rcrdlbl e a Julie Dorion, do Eric's Trip. E o mediador era o Kid Kameleon. Classe. De noite, acabei perdendo o Nick Cave. Nem vou tentar explicar. Bom, fui encontrar os Macaco Bongs no lugar onde seria o show deles. O lugar era pequeno, mas bem legal. Acabei não ficando para o show pra ir ver o Silver Apples na Sala Rossa. A versão atual da banda é apenas o Simeon, um respeitável senhor de 70 anos com dois brincos na orelha e calça camuflada - o baterista Danny Taylor morreu em 2005. O show mistura clássicos, como "Oscillations", e músicas novas, muito mais experimentais. O grande lance do show é se ligar no equipamento do cara e no quanto as composições dos anos 60 eram inovadoras, e o quanto sua música soa moderna ainda hoje. Queria ter um avô assim. De lá, só deu tempo pra ver mais um show, o do Lovely Feathers. Ao vivo, a banda soa como um Wolf Parade juvenil, o que pode ser considerado um grande elogio.

Nenhum comentário: